Como escolher a atividade ideal para uma criança com Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade

Crianças diagnosticadas com Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, ou TDAH, apresentam dificuldade de concentração e de seguir instruções, inquietação e impulsividade, características que podem tornar difícil sua participação em algumas atividades extracurriculares comuns durante a fase escolar.  No entanto, é importante que os pais percebam que isso não significa que a criança não poderá participar delas, apenas que algumas opções serão melhores que outras e será preciso identificar aquilo que mais se adapta ao perfil de cada um.

Para ajudar nesse processo de escolha, separamos algumas dicas que podem ser extremamente úteis:

Seja flexível

Toda criança com TDAH é única. O que funciona para uma, pode não funcionar bem para outra. Lembre-se disso e esteja aberto para todas as possibilidades.

Limite as distrações

Às vezes, crianças com TDAH têm dificuldades para realizar uma tarefa quando há muitas outras coisas competindo por sua atenção. Por isso, atividades em grupos que possuam um número reduzido de participantes podem ser mais interessantes, pois ajudam a criança a manter o foco com mais facilidade.

Evite exageros

Não é porque a criança apresenta sinais de hiperatividade que ela precisa ter toda a sua agenda da semana ocupada com atividades extracurriculares. Isso pode atrapalhar seu rendimento e deixá-la frustrada. Comece aos poucos e vá analisando o desempenho e a dedicação da criança em cada uma das tarefas.

Trabalhe a auto-estima

As crianças com TDAH geralmente lutam para se sair bem dentro e fora da escola, por isso é importante encontrar atividades que aumentem sua autoconfiança. Se seu filho já demonstrou interesse em esportes, arte ou música, procure uma classe ou atividade nessas áreas. Se ela ainda não encontrou algo de que goste, leve em conta seus talentos específicos.

Busque apoio

É fundamental que o treinador ou professor responsável pela nova atividade esteja familiarizado com o TDAH ou pelo menos esteja disposto a entender mais sobre isso. Muitas vezes, crianças com TDAH acabam sendo deixadas de lado quando apresentam dificuldades para prosseguir com uma tarefa e isso a desestimula e abala sua auto estima. Portanto, é fundamental que o professor esteja pronto para lidar com a situação e ofereça elogios e palavras de incentivo ao longo do caminho.

Além disso, consulte sempre a opinião do médico ou do terapeuta que acompanha a criança. É importante que eles estejam cientes das escolhas, para que possam monitorar de perto os avanços obtidos.

 

Atividades que podem ser interessantes para crianças com TDAH

  • Artes marciais: as artes marciais requerem intenso envolvimento mental e físico e ainda fornecem modelos positivos, regras claras e interação social

  • Escotismo: O escotismo inclui muita estimulação física, atividades altamente estruturadas, convívio com outras crianças, supervisão de adultos, competição e, acima de tudo, diversão.

  • Esportes coletivos: futebol, basquete, vôlei… todos eles oferecem a chance de aprender habilidades sociais em um ambiente cooperativo. Mas certifique-se de escolher uma modalidade que a criança goste, pois isso facilita o processo.

  • Natação: se a criança não estiver interessada em esportes coletivos, a natação é uma boa alternativa, que também exige esforço físico e concentração. Como todo exercício, ela ajuda a queimar excesso de energia e pode ajudar a criança a se concentrar quando estiver fora da água também.

  • Teatro: Ser capaz de interpretar diferentes personagens e cenas é uma excelente alternativa para uma criança criativa com TDAH.

  • Arte ou música: Aulas de arte e música também são ótimas maneiras de ajudar a criança a se expressar. Lembre-se de que não se trata de quão bem ela desenha, canta ou toca um instrumento – o mais importante é que ela se esforce e se dedique.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu